Saiba dos perigos do descarte irregular de material eletrônico

Doenças cerebrais, ósseas, digestivas e outras patologias podem ser geradas com o descarte inadequado do lixo eletrônico na natureza. O manuseio correto desse tipo de material é essencial para a preservação do meio ambiente e, consequentemente, da saúde humana.

Durante toda a semana que se passou foi realizada uma campanha em Natal para recolhimento de lixos eletrônicos em nove pontos diferentes da cidade com o objetivo de conscientizar a população quanto ao despejo desses rejeitos. A campanha acontece há seis anos, desde 2011, e neste período já arrecadou 80 toneladas desse tipo de lixo.

Entretanto é preciso atentar para os períodos do ano que estão além da Semana de Meio Ambiente. É o que alerta Jurandir Nunes, diretor de Sustentabilidade da Natal Reciclagem, única empresa que tem credenciamento ambiental para realizar o trabalho.

Segundo Nunes, o Eco Point da Natal Reciclagem, que fica na Cidade da Esperança, foi aberto em janeiro desse ano e recebe em qualquer dia todos os tipos de material de descarte do lixo eletrônico. “Podem deixar aqui qualquer quantidade que recebemos. Há ainda um valor pago para o quilo de material”, diz.

O processamento desse material e a destinação ficam a cargo da empresa. De acordo com o que explicou Jurandir Nunes, depois de recebido, o material é desmontado pelos profissionais da Natal Reciclagem.

O lixo é separado por tipificação e depois encaminhado para as indústrias que fazem o reuso, localizadas, em sua maioria, no Sudeste. Nunes conta que as placas eletrônicas que compõem os sistemas dos aparelhos têm uma destinação mais complexa.

Depois de vendidas, essas peças são colocadas em contêineres e enviadas para a Europa, para países como Alemanha e Bélgica. O motivo é que, segundo Nunes, no Brasil não há como realizar o trabalho, que exige mais especialização por conta da variedade de metais existente nos equipamentos.

“Depois esse material é separado e levado para empresas que vão reutilizar na confecção de novos materiais”, explica Jurandir Nunes.

O diretor de Sustentabilidade conta que ainda há muita falta de informação por parte da comunidade, que não procura o Eco Point para entregar o lixo eletrônico.

Para se ter uma ideia, os potiguares são responsáveis pela produção de 5 mil toneladas de lixo eletrônico por ano, desses, apenas 0,5% recebem o destino correto, segundo dados da Natal Reciclagem. No Brasil, conforme relatório da ONU, somente durante o ano de 2014 foram produzidos 1,4 milhão de toneladas de resíduos eletrônicos.

A campanha realizada durante a Semana do Meio Ambiente arrecadou no ano passado 1,5 toneladas e aconteceu somente em Natal. Em 2016, ainda não se tem os números fechados de quando se arrecadou, mas a expectativa é de que o número seja superado, pois o projeto se estendeu para a cidade de Mossoró.

Endereço Eco Point Natal:

Natal Reciclagem – Rua Adolfo Gordo, 2279, bairro Cidade da Esperança (Funcionamento: Seg à Sex – das 7h30 às 11h30 / 13h30 às 17h30).

Exemplo de objetos que se configuram como lixo eletrônico:

Celulares, carregadores, notebook, nobreak, estabilizador, tablet, CPU, monitor, TV, impressora, modem, CD-ROM, telefone, DVD, vídeo cassete, rádio, caixa de som, relógio, pendrive, fios, cabos elétricos, fone de ouvido, teclado, mouse, controle remoto, câmera fotográfica, retroprojetor, placas de circuitos, conectores, gravador, scanner, swith, ipod, mp3, calculadora, lanterna, auto falante, antena, receptor, webcam, microfone.

Danos à saúde

Confira abaixo os principais efeitos ao organismo causados por elementos e substâncias nocivas presente nesses equipamentos:

Chumbo:

Causa danos ao sistema nervoso e sanguíneo

Onde é usado: Computador, celular, televisão

Mercúrio:

Causa danos cerebrais e ao fígado

Onde é usado: Computador, monitor e TV de tela plana

Cádmio:

Causa envenenamento, danos aos ossos, rins e pulmões

Onde é usado: Computador, monitores de tubo antigos, baterias de laptops

Arsênico:

Causa doenças de pele, prejudica o sistema nervoso e pode causar câncer no pulmão

Onde é usado: Celular

PVC:

Se queimado e inalado, pode causar problemas respiratórios

Onde é usado: Em fios, para isolar corrente

Belírio:

Causa câncer no pulmão

Onde é usado: Computador, celular

Retardantes de chamas (BRT):

Causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas

Onde é usado: Diversos componentes eletrônicos, para prevenir incêndios

Fonte: http://novojornal.jor.br/cotidiano/saiba-dos-perigos-do-descarte-irregular-de-material-eletronico

2

FALE CONOSCO!

Não estamos online agora. Mas, você poderá enviar suas dúvidas, que em breve responderemos.

Questões, dúvidas? Em que podemos ajudar?

Pressione ENTER para Conversar